DESENVOLVENDO A SOLIDARIEDADE E CONSCIÊNCIA SOCIAL NOS ADOLESCENTES
Qui, 21 de Dezembro de 2017 06:34

Título:

Desenvolvendo a solidariedade e consciência social nos adolescentes.

Escola:

Escola Luiz César de Siqueira Melo.

Cidade:

Goianésia-Goiás

Público-alvo:

alunos do 8º ano do Ensino Fundamental II.

Autoria:

Professora Girlene de Azevedo.

Apresentação do projeto:

Projeto elaborado com apoio nos conteúdos: Unidade 3 Apostila Maxi; Livro literário Aprendendo a viver de Julio Emílio Braz; Programa O Líder em mim; Estatuto da Criança e do Adolescente –Livro II -Título I - Artigo 86; Unidade 4 - Apostila de Ciências
A participação social dos (as) adolescentes e jovens pressupõe uma relação dinâmica entre formação, conhecimento, responsabilização e criatividade como mecanismo de fortalecimento da perspectiva de educar para uma cidadania ética e responsável. Visando alcançar o desenvolvimento do protagonismo juvenil nos nossos alunos, bem como, despertá-los para um olhar mais atento à sua realidade levando-os a se sentirem responsáveis pelo bem estar de outros através de discussões reflexivas sobre temas sociais, utilizando-se de temas do 3º bimestre, unidade 3 da apostila Maxi e o livro paradidático do bimestre foi criado o presente projeto. A ideia partiu da necessidade de aliar a nossa prática pedagógica aos temas analisados em sala. Quando se trata de políticas públicas para atender aos adolescentes, orientações sobre a sexualidade, dentre outros assuntos mais abrangentes, muitas escolas ainda apresentam certa carência, justamente numa fase da vida em que a maioria se encontra extremamente vulnerável em vários aspectos. Sabemos que juventude sempre foi considerada uma fase delicada e decisiva da vida humana, no entanto, no mundo atual os conflitos e desafios que envolvem a vida dos jovens vêm aumentando de forma incomum. No Brasil de hoje, estar situado na faixa etária que vai dos 15 aos 24 anos já configura, por si só, uma situação de risco. As oportunidades são mais escassas quando consideramos , além da idade, renda, local de moradia, gênero, raça e etnia. Nesse contexto, a sociedade espera da escola uma contribuição significativa para que as crianças e adolescentes tenham um futuro melhor como a escola pode apoiar os jovens para que eles façam do mundo um lugar melhor para se viver?

O Projeto visa possibilitar o protagonismo juvenil além dos limites da escola, buscar forma de orientação sexual e preventiva, bem como desenvolver os 7 Hábitos do programa O Líder em Mim.

Justificativa:

O projeto faz-se necessário para mostrar a necessidade de nos envolvermos em causas sociais, conhecendo outras realidades, mudando situações com pequenos gestos. Inserindo-nos em espaços como asilos, creches beneficentes, além de outras ONGs que atuam em nossa cidade em busca de ajudar aos mais necessitados e nos comprometendo com atividades que colaboram com o bem estar do outro. Assim sendo, nossos alunos compreenderão que mais importante que ter, ser é mais urgente. A escola deverá, dessa forma, com o incentivo dos conteúdos propostos na apostila MAXI DE ENSINO, OLEM e do livro Aprendendo a Viver do escritor Júlio Emílio Braz, colaborar para que nossos jovens sejam protagonistas na mudança da realidade do ambiente onde estão inseridos, bem como, vivenciar de forma prática os 7 hábitos propostos no Projeto O Líder em mim.

Objetivo Geral:

Desenvolver nos nossos alunos a capacidade de analisar e discutir situações diversas sobre a adolescência e a terceira idade, assim estimular a mudança de hábitos prejudiciais ou indesejados e ainda proporcionar situações para aquisição de uma nova postura diante dessas etapas trocando aprendizados, construindo novos saberes, democratizando informações, construindo estratégias, desenvolvendo ações em parceria com os colegas e com a comunidade escolar de forma geral.

Objetivos Específicos:

  • Incentivar a pesquisa, discussão e debate acerca do tema apresentado levando os alunos a uma reflexão crítica e tomada de decisões;
  • Possibilitar momentos de estudo sobre a situação vivenciada pela juventude brasileira no que se diz respeito à educação, lazer, trabalho, cultura, etc.;
  • Levar o aluno a realizar diferentes fontes de pesquisas como gráficos, notícias de jornais e revistas, artigos para que conheçam a situação dos idosos no Brasil;
  • Conscientizar nossos alunos sobre os problemas enfrentados pelos idosos e adolescentes dentro do nosso município; bem como outras situações agravantes e que necessitam de apoio;
  • Possibilitar ao aluno o acesso, conhecimento e analise do ECA bem como, do Estatuto do Idoso,além de promover a discussão sobre a necessidade de ambos;
  • Promover visitas aos asilos de nosso município para que os alunos possam conhecer essa realidade, levando-os a refletir sobre cada uma das situações;
  • Promover pesquisa sobre ONGs ou projetos existentes em nossa cidade que atendam adolescentes e crianças em situação de abandono ou risco;
  • Participar de ações sociais como arrecadação de alimentos e outros itens para a organização e montagem de cestas básicas para contribuirmos com locais de atendimento aos idosos e adolescentes, desenvolvendo nos nossos alunos o protagonismo juvenil tão necessário nos dias atuais;
  • Levar informações a toda à comunidade escolar acerca dos problemas enfrentados pelos idosos, adolescentes e crianças do nosso município, bem como, proporcionar reflexões sobre o tema.

CONTEÚDO CURRICULAR RELACIONADO:

Textos da unidade 3 da apostila do 3° bimestre: Proteção ao adolescente: hora de fazer valer; País precisa de políticas para adolescentes; Estatuto da Criança e do Adolescente e unidade 4: O velho Francisco e o Estatuto do Idoso. Livro literário Aprendendo a viver de Julio Emílio Braz; Programa O Líder em mim; Estatuto da Criança e do Adolescente –Livro II -Título I - Artigo 86; Unidade 4 - Apostila de Ciências

Metodologia:

  • Realização da leitura e debates dos textos selecionados sobre o assunto;
  • Apresentação de jograis em sala, para a turma, utilizando os textos sugeridos para proporcionar maior ênfase nos tema analisados;
  • Pesquisa, análise e debate comparativo do Estatuto da Criança e do Adolescente;
  • Pesquisa, leitura e reflexão acerca do Estatuto do Idoso;
  • Pesquisa sobre ONGs e projetos existentes em nosso município em prol dos adolescentes e idosos e apresentação dos resultados a comunidade escolar;
  • Aula-campo, visitas aos asilos de nossa cidade;
  • Visitas à Casa de Apoio Rim Viver;
  • Ciclo de palestras;
  • Sensibilização das outras turmas do Ensino Fundamental II acerca da gravidade da situação dos idosos abandonados em nossa cidade;
  • Montagem de murais sobre o assunto;
  • Apresentação de músicas e dança;
  • Apresentações teatrais;
  • Arrecadação de gêneros alimentícios e de higiene para organização de cestas básicas;
  • Entrega das cestas e outros itens a asilos e instituições protetoras a adolescentes em situação de risco ou abandono;
  • Apresentação final do projeto, por meio de murais de fotos, para toda a comunidade escolar.

Período para a execução do projeto e cronograma das atividades:

  • Meses de outubro, novembro e dezembro.

Qual a ordem das atividades? O que é prioritário?

  • Realização de pesquisas de campo;
  • Realização de entrevistas;
  • Realização de ciclo de palestras;
  • Montagem de vídeos e slides;
  • Apresentação dos trabalhos para comunidade escolar;
  • Arrecadação dos produtos para cesta básica;
  • Entrega dos produtos à instituição escolhida.

Local para a realização do projeto:

Município de Goianésia-Goiás, onde se encontra situada a Escola Luiz César de Siqueira Melo.

Equipe: Recursos humanos para a realização do projeto:

Coordenador: responsável pelo projeto e pelas ações da equipe: Girlene de Azevedo
Colaborador Coordenador Pedagógico: Elias Alves.
Colaboradora: Gestora Sirlei Vicente Ferreira Carneiro.

Referências Bibliográficas:

GORCZEVSKI, C. Direitos Humanos, Educação e Cidadania: conhecer, educar, praticar. Santa Cruz do Sul: Edunisc, 2009.
COVRE, M.L.M. O que é Cidadania. 6. ed. São Paulo: Brasiliense, 1998. p. 07-15.
BRASIL. Estatuto da Criança e do Adolescente. 15 ed. São Paulo: Saraiva 2007.
Sistema Maxi de Ensino-apostila Ensino Fundamental II - Língua Portuguesa.
Programa : O Líder em Mim

Avaliação do projeto:

Será observado se objetivos dos projetos serão alcançados mediante a mudança de postura dos alunos diante dos temas trabalhados, bem como, o envolvimento dos mesmos nas atividades propostas e o desempenho para realizá-las.

Avaliação final:

Foram avaliados o empenho e participação dos alunos e sua concepção de solidariedade e partilha, através de arrecadação de materiais de limpeza e higiene realizada espontaneamente pelos alunos a fim de ajudar a Casa de Apoio Rim Viver. Desde a elaboração das entrevistas até a apresentação das pesquisas, todo o trabalho foi feito pelos alunos, com a orientação dos professores, as visitas as instituições de caridade e o envolvimento dos mesmos foi de acordo com o esperado e até nos surpreendeu pela criatividade, espontaneidade e desenvoltura. Além de todo o trabalho de solidariedade com a arrecadação dos materiais, os alunos conheceram e puderam discutir sobre muitas outras virtudes, expressando suas opiniões e partilhando com os demais seu aprendizado e seu conhecimento.

Anexos:"É melhor tentar e falhar, que preocupar-se em ver a vida passar. É melhor tentar ainda que em vão, que sentar-se fazendo nada até o final. Eu prefiro na chuva caminhar, que em dias tristes me esconder. Prefiro ser feliz, embora louco, que em conformidade viver." Martin Luther King

 slide5

 

Avisos

 - ATENÇÃO - 

Início das aulas no dia 1º de agosto (Quarta-feira).
Os ônibus passarão nos mesmos locais e horários.
Aguardamos por vocês!

logo-jalles-machado

logo-grupo-lage

Rua 35, 600 Primavera I – Goianésia -GO

fjm@fjm.org.br

(62) 3353-2005   (62) 3353-3510

Fale conosco >>

apice-tecnologia